quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O Cavaleiro do Telhado e a Dama das Sombras






Legítimo representante do cinema francês, o filme é fascinante em todos os sentidos. Uma autêntica lição de história e de liberdade. Uma ode à paz, à vida e à saúde do corpo e da alma. Baseado no romance Le Hussard sur le toit, de Jean Giono, o roteiro ficcional mistura temas fortes como liberdade, abandono, catástrofe, amor, individualidade, sobrevivência, guerra e peste. Na Europa de 1832, quando italianos fogem para o sul da França para resistir à ocupação austríaca de seu país, a epidemia de cólera alastra-se impiedosamente pela região. A ignorância reinante faz com que qualquer estrangeiro seja visto como causador da doença. Nesse contexto, o belo, jovem, aventureiro e revolucionário Angelo Pardi passa a vida nos telhados, fugindo das perseguições. Por uma brincadeira do destino, conhece e apaixona-se pela linda, inteligente e moderna - mas também deprimida e solitária – Pauline de Théus, supostamente viúva. As circunstâncias difíceis tornam esse tórrido romance deliciosamente palpitante, pois ambos precisam unir-se para cuidar um do outro, enfrentando a intolerância da sociedade e defendendo os conhecimentos científicos emergentes, que acabam por vencer a doença, restaurando a saúde e a vida. Os cenários nas paisagens da Provence e dos Alpes franceses, a fotografia, o criterioso figurino de época e a música de Jean-Claude Petit enriquecem a fita.

1 Comentários:

Às 8 de março de 2013 08:01 , Blogger Karyttus Vulpo disse...

Jeferson, eu ainda não vi este filme, mas como no elenco trabalha uma das atrizes que mais amo, Juliette Binoche; qualquer coisa vale a pena só para ter o prazer de vê-atuar, é uma verdadeira aula de como fazer cinema sem complicações, naturalmente.
Eu tenho muitos filmes dela, mas este ainda não consegui encontrar.
Assim que assistir, voltar para dizer o que achei.
Obrigado pela dica.

Karyttus Vulpo

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial